Pesquisa Avançada
Voltar aos arquivos



Info

Joaquim Catanho de Menezes
O arquivo de Joaquim Catanho de Menezes é constituído por diversa documentação relacionada com o seu percurso político, cedida por sua mulher, Maria Antónia Catanho de Menezes.
Consiste em materiais relativos à oposição ao Estado Novo, nomeadamente no que respeita ao processo que deu origem ao Programa para a Democratização da República, em 1961, e documentação diversa relacionada com campanhas eleitorais, com especial destaque para a de 1969 e na atividade da Comissão Eleitoral Democrática.
Contém ainda documentação relativa à história do Partido Socialista e diversos materiais sobre a atividade sindical, entre 1973 e 1977.

Instituição
Fundação Mário Soares

Nota biográfica/Institucional
Advogado e político.
Joaquim Catanho de Menezes nasceu em Toxofal de Baixo, concelho da Lourinhã, a 11 de julho 1926. Filho de João Catanho de Menezes Júnior e Hyde Odila Ribeiro Catanho de Menezes.
Licenciou-se em Direito na Universidade de Lisboa e interveio em numerosos julgamentos políticos na qualidade de advogado, dos quais se destacam os casos do 11 de Março e o Golpe de Beja.
Participou ativamente na candidatura de Humberto Delgado à Presidência da República, pertencendo à sua comissão de juventude, bem como nas eleições para a Assembleia Nacional em 1961, 1965 e 1969, apoiando as listas da oposição democrática. Pertenceu à Comissão Coordenadora da Comissão Eleitoral de Unidade Democrática (CEUD), que disputou as eleições de 1969.
Aderiu à Acção Socialista Portuguesa (ASP) e, em abril de 1973, foi um dos fundadores do Partido Socialista (PS) em Bad Munstereifel, na Alemanha.
Foi membro da Comissão Nacional e do Secretariado Nacional do PS, em dezembro de 1974. Foi também deputado à Assembleia da República em 1976.
Morreu em Lisboa, a 3 de junho de 1985.

Dimensão
11 unidades de instalação

Estado de Tratamento
Parcialmente tratado